Avisos e notícias

Esta seção tem o objetivo de repassar avisos, notícias e outras informações mais urgentes a nosso público e outros grupos de interesse.

Ela está formatada em textos corridos, separados por datas, em ordem cronológica decrescente.

Assim, os avisos e notícias mais atualizados estarão sempre em destaque.

Bom proveito!

 

22/02/2018 – MUDANÇA DE LOCAL DO ENCONTRANDO

Por questões de segurança, informamos que tivemos que substituir o local de nosso Encontrando de terça-feira (27), pelo restaurante Buzzin Icaraí.

Isso porque, segundo informações de ecoandistas, a rua Vereador Duque Estrada, onde se situa o estabelecimento substituído, tem batido recordes de assaltos em Niterói. Daí, não poderíamos colocar em risco nosso público, em hipótese alguma. Pedimos a compreensão de todas(os).

Já o Buzzin, além de se situar em local menos exposto, é fechado e possui sistema integrado de segurança. Além disso, tem outras facilidades, como ar condicionado, serviço self-service ou a la carte, comanda individual e uma variedade maior de comes e bebes.

Vão abaixo os dados. E também o convite para não nos intimidarmos com o aumento generalizado da violência e com a incapacidade dos gestores públicos em resolver ou atenuar esse problema.

ENCONTRANDO DE FEVEREIRO
LOCAL: Buzzin Icaraí
Data: 
27 (terça-feira)
Horário: 18h às 21h
Endereço: Rua General Pereira da Silva, 169, loja 1, Icaraí
Telefone: 2711-5208
Site: http://www.buzinicarai.com.br/

Este evento é aberto a quem quiser participar. O único custo é o do consumo individual.

Apareça e leve quem você gosta!

Obs.: omitimos o nome do estabelecimento substituído, com o intuito de não prejudicá-lo.

 

22/02/2018 – MORRO DA URCA CONFIRMADA E TRAVESSIA DEBOSSAN-CASCATINHA À ESPERA DE QUÓRUM

As previsões da meteorologia para o final de semana são de probabilidade mínima de chuva, tanto para o Rio quanto para Nova Friburgo.

Assim, estamos confirmando o Morro da Urca, no sábado (24).

Já a estréia da Travessia Debossan-Cascatinha, no domingo (25), ainda depende de uma inscrição para atingirmos o número mínimo de participantes.

Daí, se você tem interesse em participar desta linda caminhada, a hora é essa de reservar!

Desejamos um ótimo final de semana.

Para receber estas e outras informações em seu e-mail, basta nos solicitar.

 

20/02/2018 – ALTERAÇÃO NA PROGRAMAÇÃO DE MARÇO

Informamos que a atividade do dia 3 de março (sábado), a Travessia Horto-Jardim Botânico, teve que ser substituída pelo Contraforte Leste do Pão de Açúcar, devido a motivos semelhantes aos da alteração do dia 4 de fevereiro (a Travessia Jardim Botânico-Paineiras pelo Pico do Sacopã).

Ou seja, por causa novamente da explosão da violência na Rocinha (e também da intervenção militar na segurança pública do Rio), avaliamos ser melhor prevenir do que remediar os possíveis reflexos dessa convulsão social em trilhas daquele setor do Parque Nacional da Tijuca.

Os detalhes sobre esta e outras atividades, estão na seção Atividades do bimestre, disponível em: http://www.ecoando.eco.br/atividades-do-bimestre/.

Pedimos a compreensão de todas(os).

 

08/02/2018 – FERIADÃO VAGO PARA GRUPOS PARTICULARES E SÁBADO POSTERIOR COM ESTREIA DE CACHOEIRA

Informamos que a programação do Ecoando durante o feriadão de carnaval (10 a 13) estará vaga para grupos particulares.

Daí, se você quiser conhecer ou revisitar algum roteiro ecológico do grupo em Niterói, Rio ou arredores, basta agendar que nós levamos, guiamos e trazemos de volta (de 1 a 6 participantes), com a segurança e a expertise de quem faz isso há mais de duas décadas.

Já no sábado seguinte (17), teremos a estreia da Cachoeira do Chapadão ou da REGUA, em Guapiaçu, município de Cachoeiras de Macacu.

Esta atividade surpreende não apenas pela beleza da queda d’água de aproximadamente 65 metros de altura, totalmente envolta pela mata, mas também pela biodiversidade da Reserva Ecológica de Guapiaçu e pelo rigoroso controle de visitação – o que nos proporcionará banhos de rio livres daquela muvuca e da zoeira características dessa época e de locais de veraneio lotados.

O nível de dificuldade 3 (leve, percurso de pouco mais de cinco quilômetros ida e volta, obstáculos e inclinações simples) é indicado inclusive a crianças a partir dos 8 anos de idade, mesmo com as subidas e descidas do percurso, algumas íngremes.

Preço para associados do Ecoando®: R$ 260,00
Preço para não associados do Ecoando®: R$ 290,00
Transporte opcional (incentivo de carona): NÃO HÁ (TRANSP. INCLUSO)

Veja mais detalhes sobre este passeio (como itens inclusos e não inclusos, itinerário e material recomendado), na seção Atividades do bimestre.

Como é provável haver uma procura maior no mesmo, sugerimos que as reservas sejam feitas preferencialmente antes da quinta-feira (15).

Importante: estaremos atendendo normalmente o feriadão todo.

Já o domingo (18), assim como no carnaval, também ficará livre para grupos particulares.

Desejamos um ótimo feriado.

(Se você quiser receber informes e lembretes do grupo como este, via mala-direta virtual, solicite a inclusão de seu e-mail em nossa lista.)

 

06/02/2018 – ILHAS MARICÁS CANCELADA AMANHÃ E QUINTA-FEIRA

Como nem todos os que estavam inscritos na atividade de amanhã (Ilhas Maricás, 7) poderão participar do adiamento proposto para a quinta-feira e, considerando que a chance de chover hoje à noite ou amanhã de madrugada é grande, decidimos cancelar ambas as datas e adiar o passeio para a terça ou quarta-feira de uma das duas últimas semanas deste mês (de acordo com as previsões do tempo e de mar).

Além da segurança, pesou nessa nossa decisão o bem-estar de quem estava inscrito.

Pedimos a compreensão de todas(os).
06/02/2018 – VISITA DO ECOANDO ÀS ILHAS MARICÁS À ESPERA DE RESPOSTA

Se o tempo continuar do jeito que está (nublado, com aberturas de sol e pancadas isoladas de chuva), em princípio será possível manter a visita às Ilhas Maricás, amanhã (7). Mas com a segurança necessária, é claro.

No entanto, devido à alta instabilidade no tempo e às previsões mais favoráveis para a quinta-feira (8), gostaríamos de propor este adiamento de um dia, caso quem já estiver inscrita(o) concordar.

Caso contrário, mantemos o passeio amanhã mesmo e continuamos avaliando as condições do tempo até a hora de sairmos de casa.

Por isso, pedimos a quem estiver inscrita(o), primeiramente a resposta (até às 14h de hoje) se concorda ou não com o adiamento para a quinta-feira.

Em segundo lugar, pedimos aos mesmos para ficarem ligados em suas caixas de entrada (de e-mail, whatsapp, torpedos), no intuito de repassarmos o que ficou decido (o que acontecerá até às 15h).

 

05/02/2018 – VISITA DO ECOANDO ÀS ILHAS MARICÁS NA DEPENDÊNCIA DO TEMPO

A visita extra às Ilhas Maricás, excepcionalmente marcada para a quarta-feira (7), passou a ficar na dependência de como ficará o tempo na véspera.

Isso porque, além das previsões da meteorologia estarem bastante desencontradas, precisaremos avaliar se o percurso na ilha terá secado a tempo – isso se parar de chover.

Caso a chuva não pare ou não haja tempo hábil para a secagem das pedras por onde andaremos, seremos obrigados a novamente cancelar esta atividade, em função da segurança.

Nesta hipótese, tentarmos adiá-la mais uma vez, porém ainda sem previsão de data.

Assim, pedimos a quem estiver inscrita(o) para aguardar até às 12h de amanhã (6h), horário em que anunciaremos a decisão de tentar ir ou cancelar.

Agradecemos pela paciência e a perseverança.

01/02/2018 – NOVA TENTATIVA DE VISITA DO ECOANDO ÀS ILHAS MARICÁS, NA PRÓXIMA QUARTA-FEIRA, 7/2

Informamos que estamos marcando uma nova tentativa de visita às Ilhas Maricás na quarta-feira da semana que vem (7), mesmo sabendo que, por ser fora de final de semana ou feriado, muita gente não poderá participar.

Decidimos desta forma, porque, além das boas previsões de tempo e de mar, as únicas datas vagas disponíveis na programação do grupo estão na Semana Santa, já em pleno outono, portanto fora da melhor temporada para passeios de mar aberto como este (já que a frequência de ressacas passa a ficar maior e mais imprevisível desde esta estação até o final da primavera).

A formatação desse passeio extra continua sendo a mesma do dia 27 passado (cujas informações estão disponíveis na seção Atividades do bimestre), quando tivemos que cancelar o roteiro original devido às previsões de grandes ondas, que se confirmaram .

Assim, solicitamos a gentileza de quem estava inscrito naquela data (27), informar até a próxima segunda-feira (5) se deseja ou não participar desta nova tentativa (7). E também quem não estava, mas tem interesse em participar.

Ficamos no aguardo do Contato.

 

29/01/2018 – ALTERAÇÃO NA PROGRAMAÇÃO DE ATIVIDADES DO ECOANDO NO DOMINGO, 4 DE FEVEREIRO DE 2018

Informamos que tivemos que substituir a caminhada do próximo domingo (4), a Travessia Jardim Botânico-Paineiras, pelo Pico do Sacopã, na Lagoa, Zona Sul do Rio, devido a novos problemas com a violência na Rocinha.

Isso porque, além das notícias na imprensa sobre essa nova conflagração (como a disponível, em: https://g1.globo.com/rj/rio-de-janeiro/noticia/rocinha-registra-novos-tiroteios-nesta-sexta-feira.ghtml), recebemos recomendações de policiais conhecidos para evitar as trilhas da Serra da Carioca (onde seria a nossa travessia), devido ao risco de uso das mesmas como rota de fuga por bandidos.

Desta forma, como em outubro do ano passado, não hesitamos em cancelar o roteiro original e substituí-lo por outro mais seguro, para garantir a segurança de nosso público. Contamos pois com a compreensão de todas(os).

Embora essas alterações sejam realmente uma chateação, assim como o roteiro alternativo seja bem mais leve e curto que o original, acreditamos que ele tenha atrativos tão interessantes e cênicos que muita gente poderá acabar festejando essa substituição.

Assim, o Pico do Sacopã é uma elevação de 134 metros de altitude, localizada dentro do Parque da Catacumba, lugar que guarda histórias de um cemitério indígena, de uma favela que foi totalmente realocada para a Vila Kennedy e a Cidade de Deus, e de um projeto de restauração florestal de sucesso.

As vistas para a Lagoa Rodrigo de Freitas, os morros Dois Irmãos, o Pão de Açúcar e florestas do Parque Nacional da Tijuca (as quais apreciaremos de uma distância segura), entre outros cenários de cartão postal, são talvez os atrativos principais deste passeio, que inclui também o Mirante do Urubu.

O nível de dificuldade é 3 (leve, percurso curto, obstáculos e inclinações simples), adequado inclusive a crianças (excepcionalmente a partir dos 6 anos). No entanto, devido a algumas subidas e descidas íngremes, é atividade desaconselhável a sedentários e pessoas com problemas de locomoção. A duração será de duas horas apenas.

Preço para associados do Ecoando®: GRÁTIS
Preço para não associados do Ecoando®: R$ 75,00
Transporte opcional: R$ 60,00
Obs.: crianças de até 10 anos não pagam (limite de uma criança por responsável legal que participe desta atividade)

Nº mínimo de pessoas: 2
Nº máximo de pessoas: 12

Itens inclusos:
orientação de guia credenciado através do ambiente natural, informações sobre os locais, eventuais primeiros socorros, repelente de alta eficácia.

Itens não inclusos: transporte, alimentação, material individual e seguro.

As reservas deverão ser feitas preferencialmente até a quinta-feira (1º), data em que enviaremos outro e-mail informando sobre as previsões do tempo.

 

18/01/2017 – FEBRE AMARELA: ATUALIZAÇÃO DE NOTÍCIAS, RECOMENDAÇÕES E CUIDADOS

Atualizando as notícias sobre a febre amarela, até agora são cinco os casos confirmados da doença no Estado do Rio, dois em Teresópolis (com um óbito) e três em Valença (sendo dois fatais). E as filas nos postos de saúde não param de crescer.

Para completar, o Jornal O Globo-Niterói de hoje, 18/1, traz a notícia da morte de um macaco infectado com o vírus neste município (1). No entanto, a matéria não esclarece onde exatamente o animal foi encontrado.

Recomendações à população e adeptos de atividades nas matas

Assim, nós do Ecoando, cumprindo nosso dever de informar de forma transparente, honesta e ética situações que possam colocar em risco nosso público, reiteramos a necessidade imperativa de a população e, em especial, adeptos de atividades de contato direto com as matas (como participantes de nossas caminhadas ecológicas), procurarem se imunizar o quanto antes.

A propósito, desaconselhamos às pessoas que ainda não se imunizaram a participação em nossas atividades, especialmente aquelas próximas a Teresópolis.

Vacinação: importância e locais

É importante reiterar que a vacina contra a febre amarela é a forma mais eficaz de se proteger contra a doença e seu avanço sobre o país. E que a vacinação está sendo feita desde 2017 em unidades de saúde de Niterói.

Além disso, no próximo dia 27 (sábado), a Secretaria de Estado de Saúde (SES) realizará o Dia “D” de vacinação (2), uma campanha emergencial que incluirá instalações especialmente montadas pelo SES para a aplicação da vacina, UPAs e até quartéis do corpo de bombeiros, além dos locais onde a imunização já é feita normalmente.

Nesta campanha, que abrangerá todos os 92 municípios do Rio e cujo objetivo é chamar a atenção da população para a importância da vacinação, a aplicação será da dose integral e não da fracionada (que começará a ser adotada a partir do dia 19 de fevereiro), assim como nos postos de saúde. A diferença entre as duas doses, é que a primeira imuniza para a vida inteira – o que é desejável – e a segunda somente durante oito anos.

Além desse dia, a imunização contra a febre amarela em Niterói continuará normalmente de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h, em todas as unidades municipais de saúde, relacionadas na matéria do Jornal O Fluminense (3).

Em São Gonçalo, a vacina está disponível em 17 postos municipais, relacionados na notícia publicada pela prefeitura (4).

Segundo a prefeitura de Maricá, embora 98% de sua população esteja imunizada, a vacina está disponível em seus postos de saúde para quem ainda não a recebeu (5).

Já no município do Rio, segundo nota de esclarecimento da Subsecretaria de Promoção, Atenção Primária e Vigilância em Saúde (6), não há recomendação para a vacina, a não ser para quem for para áreas de risco da doença (embora todos os 92 municípios do Rio estejam incluídos desde o ano passado como área de recomendação da vacina).

Grupos de exceção

É fundamental lembrar ainda que nem todo mundo pode se vacinar. Pessoas que tenham alergia a ovo, lactantes, alguns idosos e pacientes imunodeprimidos, entre outros, precisam buscar orientação de profissionais do sistema municipal de saúde antes de receber a agulhada. Para saber mais, acesse: https://g1.globo.com/bemestar/noticia/quais-sao-os-grupos-que-nao-devem-tomar-a-vacina-da-febre-amarela-e-como-podem-se-proteger.ghtml.

Macacos não são vilões

Outra lembrança, é a de que os macacos não transmitem a doença. Além de serem as principais vítimas fatais da doença, eles são indicadores do aparecimento da mesma, devendo por isso não ser molestados ou mortos – até porque isso é também crime ambiental. Os animais encontrados mortos deverão ser denunciados às autoridades.

Estamos atentos e monitorando as notícias. Qualquer novidade, repassaremos.

Abraços,

Cássio Garcez
Coordenador

Referências:

(1) https://oglobo.globo.com/rio/niteroi-registra-primeiro-caso-de-macaco-infectado-por-febre-amarela-da-regiao-metropolitana-do-rio-em-2018-22298603

 

(2) http://www.ofluminense.com.br/pt-br/cidades/dia-d-de-vacina%C3%A7%C3%A3o-contra-febre-amarela-ser%C3%A1-no-dia-27 começará às 9h

 

(3) http://www.ofluminense.com.br/pt-br/cidades/mais-de-190-mil-vacinados-contra-febre-amarela-em-niter%C3%B3i

 

(4)http://www.saogoncalo.rj.gov.br/noticiaCompleta.php?cod=8115&tipoNoticia=Sa%FAde

 

(5) http://www.ofluminense.com.br/pt-br/cidades/niter%C3%B3i-se-previne-contra-febre-amarela

 

(6)http://www.rio.rj.gov.br/dlstatic/10112/73801/4181825/NotadeEsclarecimentoII_FA16jan17.pdf