Avisos e notícias

04/02/2023 – Circuito dos Alagados da REGUA substitui Ilha da Mãe em Canoa Havaiana, no próximo sábado

Informamos que a Ilha da Mãe em Canoa Havaiana, atividade originalmente marcada para o próximo sábado (4/2), teve que ser substituída pelo Circuito dos Alagados da REGUA, em Cachoeiras de Macacu, devido a problemas operacionais.

Assim, com este Plano B, poderemos oferecer um passeio ainda mais adequado a época tão quente, por causa da sombra das matas, da brisa fresca do sopé de serra e dos banhos de rio.

Isso porque, neste roteiro substituto faremos a visita a lagos ricos em biodiversidade, recantos para observação da fauna e piscinas naturais do puríssimo e encachoeirado Rio Guapiaçu, dentro da Reserva Ecológica de Guapiaçu, referência em recuperação da flora e da fauna da Mata Atlântica, além de exemplo de inclusão social de moradores do entorno.

O trajeto, mais ou menos circular, é leve (nível 3), a maior parte sombreado por florestas dessa reserva particular e com poucas subidas e descidas. Ou seja, um passeio adequado mesmo a pessoas com menos preparo físico, além de iniciantes e também quem gosta de um bom banho de floresta e de rio.

Depois da caminhada, planejamos esticar ao Monttone Gastronomia, em Papucaia, referência em boa gastronomia e em bebidas bem geladas.

Ainda há vagas, mas poucas. Por isso as reservas deverão ser feitas preferencialmente até a quarta-feira (1/2), para garantir a participação.

Já a Ilha da Mãe em Canoa Havaiana será transferida para a primeira quinzena de abril.

Para participar destas e de outras atividades de nossa programação, é indispensável conhecer e acatar o Regulamento e Termo de Responsabilidade do Ecoando. E também estar em dia com o calendário de vacinação.

Já para ver os detalhes dos passeios programados, basta clicar, em: https://www.ecoando.eco.br/programacao/. Ou também em Eventos, no Facebook (https://www.facebook.com/pg/ecoando.caminhadas/events/?ref=page_internal). Você pode também saber sobre cada um deles falando diretamente conosco pelo celular ou WhatsAPP: (21) 99155-8777.

Abraços,

Cássio Garcez
Coordenador

05/02/2023 – Caminho do Camboatá é a segunda caminhada do “Ecoando balzaquiano”

A segunda caminhada “Ecoando balzaquiano” de 2023, no domingo, 5 de fevereiro, será o Caminho do Camboatá, em parte no Parque Estadual da Serra da Tiririca, em Itaipu.

Atividade ecossolidária, de gratuidade geral e comemorativa do aniversário de 30 anos do Ecoando (por isso o termo “balzaquiano” para defini-la), neste roteiro visitaremos o canal que interliga as lagoas de Itaipu e Piratininga, além de manguezal rico em aves – como colheireiros. Ou seja, uma domingueira levíssima e ideal para a família toda!

No entanto, mesmo sendo gratuito, neste evento é solicitada a doação de pelo menos 1 kg de alimento não perecível por participante, para ser posteriormente repassado a instituição filantrópica.

O trajeto é todo ele plano e sem obstáculos, mas com pouca sombra e alguma poeira (devido aos trechos de estrada de chão). A duração total da caminhada não deverá passar de duas horas.

As inscrições deverão ser feitas preferencialmente até o dia 2 de fevereiro (quinta-feira), ou enquanto houver vagas.

Para participar desta e de outras atividades de nossa programação, o interessado deverá conhecer e acatar o Regulamento e Termo de Responsabilidade do Ecoando. E também estar com o calendário vacinal em dia.

Já para ver os detalhes desse e de outros passeios do Ecoando, basta clicar, em: https://www.ecoando.eco.br/programacao/. Ou também em Eventos, no Facebook (https://www.facebook.com/pg/ecoando.caminhadas/events/?ref=page_internal). Você pode também saber sobre cada um deles falando diretamente conosco.

Abraços,

Cássio Garcez
Coordenador

02/01/2023 – Ecoando balzaquiano

“Balzaquiana” é uma expressão que surgiu após a publicação da obra mais famosa do escritor francês Honoré de Balzac, “A mulher de trinta anos”, no início do século 19. A partir de então, este termo passou a designar, grosso modo, mulheres e aqueles que chegam a essa idade, os “balzaquianos”.

Daí, como em 2023 o Ecoando chegará a seu trigésimo aniversário (inacreditável, não?), ele naturalmente se tornará mais um balzaquiano. Adjetivo este que, de forma irreverente e bem-humorada, adotamos para identificar as atividades comemorativas do grupo nesse ano, como as caminhadas ecossolidárias.

Semelhantes às atividades homônimas que promovemos em 2018, no aniversário de 25 anos de nossa organização, tais roteiros – leves, curtos e de gratuidade geral (embora sempre que possível condicionados à doação de 1 quilo de alimento não perecível por pessoa, para posterior repasse a instituições filantrópicas) – serão marcados uma vez a cada mês do ano que acabou de começar.

Os mesmos terão como objetivo principal ampliar e tornar mais acessível a participação na programação do Ecoando, incluindo aí os benefícios dessas atividades a seus adeptos (como educação ambiental, cultura, reflexões críticas, restauração psicofísica e socialização, entre outros).

Mas, importante: mesmo nessas caminhadas ecossolidárias, os associados do Ecoando continuarão tendo suas prioridades de reservas garantidas, de modo a retribuir sua inestimável parceria na manutenção do grupo, especialmente nos momentos mais difíceis pelos quais passamos durante a pandemia.

Aproveite a deixa, participe e chame quem você gosta para participar também!

Veja a primeira atividade “Ecoando balzaquiano, em: https://www.ecoando.eco.br/programacao/.

Abraços,

Cássio Garcez
Coordenador