Avisos e notícias

13/09/2021 –  Próximas atividades somente na penúltima semana de setembro

As próximas atividades de nossa programação acontecerão apenas na penúltima semana de setembro, nos dias 21 (terça-feira) e 25 (sábado), com as praianas Travessia Itapebussus-Mar do Norte e Prainhas da APA do Pau-brasil, respectivamente.

Isso porque, a semana de 14 a 17 deste mês estará reservada para ao mesmo tempo conhecermos (com os devidos cuidados preventivos) uma charmosa pousadinha incrustada nas matas de Faraó de Cima, em Cachoeiras de Macacu, explorar trilhas e atrativos dessa região, e claro, aproveitar para dar uma espairecida.

Portanto, embora não seja nossa intenção ficar totalmente fora do ar, é certo que teremos momentos de sinal zero de celular e internet, de terça a sexta-feira (14 a 17), o que poderá repercutir em nosso tempo de resposta. Pedimos, pois a compreensão de todos quando e se isso acontecer.

No entanto, no sábado (18) voltaremos à normalidade de tarefas e atendimento, inclusive para dar notícias sobre a travessia da terça-feira seguinte, que já tem quórum mas obviamente depende das condições do tempo para acontecer.

Informaremos sobre o que conseguirmos descobrir de bom em novas trilhas, cachoeiras e atrativos dessa exploração.

Forte abraço!

Cássio Garcez
Coordenador

11/09/2021 –  Travessia Itapebussus-Mar do Norte em plena terça-feira, dia 21 de setembro

Na penúltima terça-feira de setembro (21), voltaremos a fazer a Travessia Itapebussus-Mar do Norte, na ARIE (Área de Relevante Interesse Ecológico) de Itapebussus, em Rio das Ostras – excepcionalmente marcada em dia de semana para potencializar a paz e a tranquilidade do lugar.

Roteiro leve, de grandes atrativos e a maior parte do tempo plano, essa travessia de aproximadamente 10 quilômetros de extensão visita mais de 14 praias oceânicas, a maior parte delas primitivas e algumas ideais para um seguro e privativo banho de mar.

Mas a riqueza das trilhas e dos caminhos ora arenosos, ora rochosos, não para por aí. Há também falésias, curiosidades geológicas, remanescentes de mata de tabuleiro (formação vegetal extremamente rara no Estado do Rio) e restinga, e belíssimas paisagens marinhas. Isso sem contar a fartura de informações multidisciplinares sobre o local, entre elas história, pré-história, geografia, oceanografia, etc.

Embora o percurso tenha bem pouca sombra e alguns trechos de caminhada em areia fofa, o ritmo mais pausado, as diversas paradas para contemplação e banho de mar, e as providenciais e individuais barracas de praia do Ecoando prometem dar uma boa canja a quem participar dessa vivência.

Importante: este passeio será o primeiro a ser realizado após as atualizações nos Protocolos Sanitários do Ecoando, que trouxeram novidades sem contudo deixar de lado o rigor na prevenção contra a covid 19. Entre as inovações, estão a dilatação no limite de participantes a bordo do Andarilho (de 2 para 4), e descontos – mas apenas para quem estiver integralmente imunizado com as duas doses ou a dose única da vacina.

Já temos número mínimo de participantes e duas vagas a bordo do Andarilho (a minivan do Ecoando) para pessoas com o ciclo vacinal completo contra o novo coronavírus. Há também outras duas vagas, para quem quiser nos encontrar em Rio das Ostras. O limite para reservas vai até às 21h da antevéspera (domingo, 19).

Para ver os detalhes desse e de outros passeios do Ecoando, por favor, clique em: https://www.ecoando.eco.br/programacao/. Ou também em Eventos, no Facebook (https://www.facebook.com/pg/ecoando.caminhadas/events/?ref=page_internal).
Você pode também saber sobre eles falando diretamente conosco.

Confira os novos Protocolos Sanitários do Ecoando, em: https://www.ecoando.eco.br/protocolos-de-seguranca-sanitaria/.

Desejamos uma ótima semana.

Abraços,

Cássio Garcez
Coordenador

10/09/2021 –  Novas alterações, tanto na programação quanto na estrutura dos passeios

Com o cancelamento do Circuito Estrada Velha do Alto da Serra, neste sábado (11), por causa do tempo chuvoso, resolvemos adiar essa atividade para o dia 2 de outubro, no lugar da Travessia Ponta da Peça-Ponta da Areia e na esperança de desencantar aquela caminhada.

Antes disso, porém, gostaríamos de anunciar uma outra alteração, essa mais estrutural e financeiramente mais amigável: o aumento do número de participantes a bordo do Andarilho (a minivan do Ecoando).

Fruto de muita análise, reflexão e conversa, essa dilatação no limite de participações seguirá o mesmo rigor metodológico característico de nossa organização na prevenção contra a covid-19.

A mesma também servirá para celebrar simbolicamente a marca de um ano de caminhadas do Ecoando na pandemia (em 17 de setembro), assim como o escore de adoecimento zero de seus participantes pelo novo coronavírus, nos respectivos 14 dias posteriores a cada passeio realizado nesses 12 meses. Prova incontestável de que nossos protocolos sanitários são eficientes e confiáveis.

Assim, serão apenas mais um ou dois integrantes a bordo de nosso transporte, limitado a 5 ocupantes, já contando o guia/motorista. Mas, com o pré-requisito de estarem todos imunizados com as duas doses ou a dose única da vacina, para fazer valer essa ampliação e garantir o máximo de segurança possível.

Embora essa mudança no tamanho dos grupos ainda seja pequena, reconhecemos, ela permitirá o desconto de 20% por pessoa quando houver mais de 2 participantes por caminhada no Andarilho, já a partir do próximo evento, no dia 23.

E, apesar desse percentual também não parecer muita coisa, ele foi conseguido a duras penas na queda de braço contra os aumentos no preço da gasolina e frente à disparada nos índices de inflação e no custo de vida. Por isso, convenhamos: é um desconto bem-vindo, não é?

Tais alterações já estão no ar, na programação virtual do Ecoando (clique em: https://www.ecoando.eco.br/programacao/). Além de outras, como a substituição das atividades anteriormente marcadas no dia 16 e 30 de outubro pelo Morro do Porcelet, no intuito de atender à demanda de várias ecoandistas por caminhadas em matas.

Esperamos que essas frequentes reformulações contribuam para dar mais fluidez ao nosso trabalho, maior sintonia aos anseios de nosso público e melhor enfrentamento aos desafios desse momento de incertezas.

No entanto, caso você tenha alguma dúvida, crítica ou sugestão, ficaremos gratos em ouvir o que tem a dizer e a buscar aprimorar nossos posicionamentos e práticas.

Forte abraço!

Cássio Garcez
Coordenador